Wednesday, August 31, 2005

 
A/C da ASSISTÊNCIA TÉCNICA
Há um ano e meio troquei a minha versão Namorada 7.0 por Esposa 1.0 ereparei que esta última provocou uma execução automática de Bébé 1.0 que meocupa muito espaço no disco duro. No folheto esta aplicação não vinha mencionada. Mais ainda! Esposa1.0 instala-se automaticamente noutros programas e corre automaticamentequando executo qualquer outra aplicação. Aplicações como CervejaComAmigos10.3, ou NoiteBorga 2.5 ou DomingoFutebol 8.5 já não funcionam.
Ainda por cima esta aplicação executa de forma invisível um processo / programa Sogra 1.0 quefaz com que a aplicação Esposa 1.0 se comporte de forma irreconhecível.Não consigo desinstalar Sogra 1.0, o que é bastante chato, porque quandotento correr DomingoBeijinhos 3.0 esta última torna-se mais lenta e muitas vezesnem arranca.
Pretendo voltar a reinstalar Namorada 7.0 mas não existeprograma de desinstalação, parece-me ser bastante complexo e aparecem muitasjanelas 'Warning! Warning!'.
Não sei qual será o impacto na aplicação Bébé 1.0,que não quero retirar porque até me dá algum gozo, principalmente porqueparece ser um software muito básico e problemático!
Pode-me ajudar?
Ass. Um utilizador desmoralizado.
RESPOSTA
Caro utilizador: Esses problemas têm sido comuns, bastante comuns, mas são devidos, namaior parte, a erros básicos de concepção: muitos utilizadores passam dequalquer versão Namorada X.0 para Esposa 1.0, partindo do princípio de que este é apenas um programa de divertimento. Mas não!! Esposa 1.0 é mesmo umsistema operativo. Controla tudo!!! É quase impossível desinstalar Esposa 1.0 evoltar a instalar Namorada 7.0, porque existem ficheiros ocultos que fazem comque Namorada 7.0 se comporte como Esposa 1.0.
Logo, não tirará qualquerpartido. O mesmo acontece com Sogra 1.0. Estes programas são antigos e trazem,muitas vezes, problemas de compatibilidade. Com um pouco de sorte, e com o tempo, um vírus poderá resolver e atacar Sogra 1.0, que é a única forma de resolver o problema.
Alguns utilizadores já formataram tudo e instalaram NamoradaPlus ou Esposa 2.0. e ainda criou mais problemas, porque não leram atentamente o capítulo Cuidados, parágrafo Pensão Alimentar e Guarda dos Filhos.
Se tentar instalar Namorada 8.0, para depois passar para Esposa 2.0, os problemas ainda serão piores do que com Esposa 1.0. Existem versões 3.0, 4.0, 5.0 deEsposa, mas estas são reservadas a profissionais, têm um custo muito elevado e,claro, desaconselhados a qualquer utilizador normal. Se estes problemas continuarem, instale Solteirex 1.0; mas nós sugerimos que mantenha Esposa 1.0 etrabalhe com muito cuidado. Pessoalmente, instalei Esposa 1.0 e aconselho vivamente a ler com muita atenção o capítulo Erros Gerais, do Manual do Utilizador. Esposa 1.0é um programa muito sensível aos comandos e funciona bem em modo protegido contra erros. Logo, qualquer erro deverá ser assumido por si.
Uma das melhores soluções é executar comando C:\programas\esposa1.0\pedirdesculpas.exe logo que surja um erro ou um problema. Nunca use as teclas ESC ou DEL, porque se não terá que executar C:\programas\esposa1.0\pedirdesculpas.exe /flores /all,para que tudo volte a funcionar correctamente. Esposa 1.0 é um programa interessante, mas pode gerar custos imprevistos se mal utilizado.Aconselhamos a instalar um plug-in, tal como Flores 5.0 ou Jóias 3.2 ou Caraíbas2.5.
Versões freeware existem e funcionam bem, tais como SimMeuAmor4.5 ou TensRazão 6.5. Poderá consultar o site destas aplicações e verá que estão documentados resultados impressionantes. ATENÇÃO: Nunca instale SecretariaMiniSaia 3.3 ou Amiguinha 1.1 ouAmante Versão Beta porque estes programas poderão causar danosirreversíveis no sistema.
Boa Sorte.
Serviços Técnicos.
----- Fim da mensagem reencaminhada -----

Monday, August 29, 2005

 

eu não consegui resistir...



Eu já tinha colocado um post acerca disto, mas não resisti a esta belissíma imagem.
Dedico-a a Todos os Adeptos do Gil Vicente Futebol Clube.
E A outra é mesmo para o pessoal do recreativo da luz

 

Que Grande Galo


E foi o galo á capoeira da águia para a comer.
Clube recreatico da luz 0-2 GVFC

Sunday, August 21, 2005

 

A História de dois Aeroportos

De vez em quando também temos direito à indignação....
Leiam e dêem-me razão......
Abraços...



Uma história de 2 aeroportos.Áreas:
Aeroporto de Málaga: 320 hectares
Aeroporto de Lisboa: 520 hectaresPistas:
Aeroporto de Málaga: 1 pista
Aeroporto de Lisboa: 2 pistasTráfego (2004):
Aeroporto de Málaga: 12 milhões de passageiros, taxa de crescimento, 7% a 8% ao ano
Aeroporto de Lisboa: 10,7 milhões de passageiros, taxa de crescimento 4,5% ao anoSoluções para o aumento de capacidade:
Málaga: 1 novo terminal, 191 milhões de euros, capacidade 20 milhões de passageiros/ano. O aeroporto continua a 8 km da cidade e continua a ter uma só pista
Lisboa: 1 novo aeroporto, 3.000 a 5.000 milhões de euros, solução faraónica a 40 km da cidade. Nada mau para quem quer reduzir a despesa.É o que dá sermos ricos com o dinheiro dos outros e pobres de espírito.
É preciso pagar os ordenados de milhares de euros aos meninos gestores públicos e a factura dos patos bravos que sustentam as campanhas eleitorais e os partidos. Entretanto aumentam-se os impostos directos, indirectos, taxas, combustíveis, congelam-se progressões automáticas, salários, etc., etc., etc..

Saturday, August 20, 2005

 

Férias


O 'pensamento' vai estar uns dias fora.
Pois foi a culpa é do 'mocho', ele aconselhou-me a fazer um retiro e eu acedi.
Boa semana para todos e até setembro.
Beijinhos e Abraços.
Fui!

 

E Não Parou Mesmo


Depois de se Vender uns vagos 500mil Kit´s o resultado foi este lá no pré-fabricado do Sport Somague e Benfica.
É caso para cantar
«Ninguem pára o Benfica, allez ou»

Friday, August 19, 2005

 

Já Somos Primeiros


FICHA DO JOGO:
Sporting-Belenenses, 2-1 (38', Rogério; 58', Pinheiro; 63', Deivid) - (Final). EQUIPAS – Árbitro: Pedro Proença (Lisboa). Árbitros Assistentes: Tiago Trigo e José Lima (Lisboa). SPORTING: Ricardo, Rogério (78', Miguel Garcia), Tonel, Beto, Tello, Rochemback (73', Luís Loureiro), Sá Pinto, João Moutinho, Douala, Liedson e Deivid (78', Varela).

BELENENSES: Marco Aurélio, Amaral, Pelé, Rolando, Vasco Faísca (46', Fábio Januário), Sandro, Pinheiro, José Pedro, Ahamada (68', Paulo Sérgio), Djurdjevic e Meyong (68', Romeu

P.S.: Só é pena o Ricardo, não dá para aguentar mais


 

Clube Recreativo da Luz


 

Objectivo : Reduzir

Está previsto que o preço da gasolina irá ultrapassar brevemente os 1,40 Euros/litro e o do gasóleo os 1,20 Euros/litro.Quer que os preços baixem? É preciso agir conjunta e solidariamente.Alguém sugeriu uma ideia genial, muito mais sensata que aquela em que nos pedem para não comprar gasolina no dia tal e no dia tal.
As empresas petrolíferas rir-se-iam desta campanha porque sabiam que nós não poderíamos ser continuamente prejudicados recusando sistematicamente comprar gasóleo e gasolina: seria muito mais uma estupidez da nossa parte do que um problema para elas (empresas).Mas a proposta seguinte poderá ter resultados bastante eficazes, se para tal for levada a rigor. Leia completamente esta mensagem e junte-se a nós.
Os mercados internacionais aumentam constantemente os preços através de medidas especulativas como relatórios pessimistas, por exemplo, em relação à possível eleição dos ultra-conservadores no Irão no final do ano. Ridículo! As empresas petrolíferas e a OPEP querem fazer-nos crer que o preço que elas nos impõem é um bom negócio para ambas as partes. Mas, muito provavelmente, os 0,60 Euros/litro para o gasóleo e os 0,80 Euros/litro para a gasolina já seriam preços mais do que justos.Parece existir uma cartelização no sector dos combustíveis. No entanto, o facto de ser um sector oligopolístico, e em que há paralelismo na fixação de preços, não significa, só por si, que há um cartel.
Estamos perante um produto homogéneo em que o grande peso no preço final é o preço internacional do petróleo, o que implica um paralelismo na evolução dos preços. De facto, a Galp tem o monopólio da refinação e existe pouca importação directa pelas outras petrolíferas. Além disso, a Galp controla, também, uma série de infra-estruturas de armazenagem. Assim, a falta de concorrência estrutural no mercado português é um factor importante.
Temos de actuar decididamente para lhes mostrar que, num mercado livre e concorrencial, são ambos os compradores e os vendedores que controlam os preços de mercado e não apenas um deles. Face aos aumentos, por vezes até mais do que uma vez por semana, do preço dos combustíveis, devemos reagir como consumidores que somos. A única forma de se verificar a queda do preço terá de passar por uma vontade firme em não comprarmos gasolina ou gasóleo a essas empresas petrolíferas, mas sem que sejamos nós os prejudicados.Como necessitamos das nossas viaturas não podemos prescindir dos combustíveis, mas, poderemos actuar de forma a ter um impacte real no mercado dos combustíveis se agirmos todos juntos contra estes preços.
EIS A PROPOSTA:NÃO COMPRAR UMA GOTA DE COMBUSTÍVEL ÀS TRÊS MAIORES EMPRESAS DE COMBUSTÍVEIS NO PAÍS: GALP, BP E REPSOL.EXISTEM OUTRAS EMPRESAS COMO A CEPSA, ELF, ESSO, ETC...Se aquelas empresas virem as suas vendas de combustíveis reduzirem, serão obrigadas a baixar os seus preços. Se uma delas baixar os seus preços, as outras empresas terão também de os baixar.Mas para criar o tal impacte, temos de conseguir a compreensão e a colaboração de milhões de clientes da Galp, BP e Repsol.A Internet dá-nos a possibilidade de conseguir isso. Se esta mensagem for entregue a 10 pessoas e se cada uma destas dez a transmitir a dez pessoas amigas e assim por diante, esta mensagem será lida por cerca de UM MILHÃO DE CONSUMIDORES após seis gerações (envios).
Tudo o que temos a fazer é enviar desde hoje esta mensagem a dez pessoas amigas e pedir-lhes para fazerem o mesmo, as outras fazerem o mesmo e assim sucessivamente. E, claro está, em paralelo abster-se de reabastecer a(s) viatura(s) naquelas empresas, ou seja BOICOTÁ-LAS.E é tudo!Se agirmos conjuntamente vamos conseguir a diferença! Acredite que pode provocá-la e passe esta mensagem aos seus amigos e conhecidos.Mesmo que não tenha viatura, pode distribuir a mensagem seguinte aos seus amigos, por uma guerra inteligente contra os preços das empresas petrolíferas...NÃO SE PERDE NADA EM TENTAR

Wednesday, August 17, 2005

 

Morte do Irmão Roger ( Taizé)



Segundo notícias recebidas, o Ir. Roger (fundador da comunidade ecuménica de Taize) foi ontem assassinado.
Os detalhes são escassos. Provavelmente devido ao grande númerp de acessos, o site de taize (www.taize.fr) está indisponível.
Sabemos somente que uma jovem desequilibrada o atacou enquanto ele presidia á oração vespertina na noite de terça-feira. É uma notícia trágica.
Mas permanece a certeza das suas convicções na paz e na bondade e misericóridia de Deus.
E os jovens que tiveram a possibilidade de estar presente nos encontros ecunémicos de Natal, ou que poderam ir na altura da páscoa ou no Verão passar uns dias na aldeia de Taizé na frança sabem bem a perda que o mundo sofre neste momento.
O Irmão Roger não era Católico, mas o seu valor era reconhecido universalmente.
Chegou á eternidade este grande homem que muito lutou na segunda guerra mundial e a muito se arriscou para salvar o povo judeu e também os países de Leste, a Polónia é uma grande prova da dedicação do irmão Roger.
Pode ver mais em www.taize.fr
Até breve Irmão Roger

Tuesday, August 16, 2005

 

Sub-21

Joga hoje em Viseu a Seleção Portuguesa de sub-21 em Viseu, no Fontelo.
Um jogo de preparação com a equipa da Hungria, até aqui tudo bem.
Mas estava eu na Associação de Futebol de Viseu a tratar da minha vida quando vi os preços dos Bilhetes para o publico em geral e fiquei muito triste por vários motivos.
1º - É a seleção de Sub-21
2º É um jogo de preparação
3º o preço astronómico dos bilhetes
4º e o pior as crianças também pagam.
Não é de estranhar ver os estádios vazios quando jogam os Sub-21

Sunday, August 14, 2005

 

ANEDOTA

Isto antes de julho.
Como é que se sabe, se um automóvel é antigo?
Se houver um autocolante no vidro traseiro a dizer “BENFICA CAMPEAO”

 

... E O Vencedor É...





Pampilhosa depois de chegar à final do torneio 'Cidade De Mangualde' venceu a Equipa da Associação Desportiva de Fornos, a equipa do Distrito da Guarda não foi capaz de ultrapassar a turma de Aveiro sendo sempre muito mais forte no meio campo tendo jogadores altos e experientes que ganhavam facilmente as bolas no centro do terreno.
Assim ficou o quadro classificativo.
Futebol Clube da Pampilhosa
A. D. F. A.
F. C. P. C.
C. A. F.

Saturday, August 13, 2005

 

Anedota

Funeral
Um bêbado estava sentado no jardim quando de repente vê um funeral lá ao fundo da rua e pensou "já agora vou ver o que é aquilo",
quando chegou ao pé do funeral gritava a viúva:- Ai mê crido, vas para onde não há dinheiro, vas para onde não há camas, vas para onde não há feijão nem arroz nem dinheiro...
Vira-se o bêbado e diz:- Oh, Oh, queres ver que vão levar o homem para o estádio da Luz?

 
Depois de o Pampilhosa ter vencido a equipa de Penalva do Castelo por pontapés da marca da grande penalidade o resultado estava 1-1 no final do tempo regulamentar tendo a equipa da Pampilhosa marcado na primeira parte e a turma vinda do conselho mais próximo ter reduzido perto do final da partida.
O Penalva do Castelo mostrou ser a equipa que melhor futebol desenvolveu mas a sorte não os acompanhou.
E o Fornos, equipa da Ass. de Futebol da Guarda que volta este ano a dispotar o campeonato nacional, marca presença também no torneio quadrangular «Cidade de Mangualde» por falta de Comparência do conjunto da capital de distrito o Clube Académico de Futebol.
Portanto amanhã teremos um confronto abrilhantado pelas equipas do Pampilhosa e do Fornos sendo que o Penalva consegue um não menos brilhante 3º lugar pela forma como se bateu com a equipa que chega à final.
a não PERDER às 17h apareça no estádio Municipal de Mangualde

Friday, August 12, 2005

 

A Paixão do futebol está de volta a Mangualde




Este fim de semana a esforço da Rádio Mangualde, na pessoa de João Cruz, director de desporto desta rádio.
Homem do futebol a nivel nacional como jogador e mais tarde treinador tendo vencido variados titulos e vivido sempre para este contexto, que vive este desporto como muitos poucos. homem de amores e ódios traz à nossa cidade mais um fim de semana cheio de futebol e de paixão pela prática desportiva e como tal seria bom estar-mos todos presentes por forma a presentear este torneio quadrangular com a nossa presença e também por forma a apoiar o futebol regional, não falte.
Contamos consigo!

 

Mangualde vive o desporto


Este fim de Semana a NÃO PERDER no estádio múnicipal de Mangualde o torneio de futebol da Rádio Mangulade com a participação de
F. C. Pampilhosa
A. D. Fornos de Algoderes
S. C. Penalva do Castelo
C. Académico de Futebol
Pena este ultimo ter desistido porque continua com problemas e talvez não volte mesmo a participar em nenhum jogo pelo menos com o nome actual, é pena para os amantes de futebol e uma grande perda do futebol nacional, subretudo uma grande perda no interior.
Mas mesmo assim vale a pena passar por lá e deliciar-se com o futebol praticado por estas equipas do nacional de futebol.

Friday, August 05, 2005

 
A vida é bela

Todos os homens podem, e devem, em qualquer circunstância, considerar que a vida é bela e viver de acordo com isso. Ninguém tem motivos para a considerar desprovida de nobreza e grandiosidade. A dor e as contrariedades sempre fizeram parte da vida dos homens, e nem por isso eles deixaram de a amar.
Mas acontece que nesta vida se sofre realmente, e que - ao contrário do que antigamente sucedia - aqueles que sofrem são agora muitas vezes abandonados pelos outros, e têm de viver sozinhos com a sua dor. À qual se acrescenta, então, a dor enorme da solidão.
Sempre houve doentes e anciãos, mas antigamente eram considerados um tesouro. Agora não passam de um estorvo... E é só por isso que hoje se fala em eutanásia, quando no passado havia apenas o suicídio: o suicídio é uma decisão pessoal; a eutanásia acabará por ser uma imposição da sociedade.
Há em muitas cabeças uma noção da vida que é chocantemente pobre, desagradavelmente rasteira, tristemente vazia. Consiste em olhar para a vida de uma forma utilitária, com base numa concepção egoísta e em critérios apenas económicos: se uma vida não é útil - se não é produtiva, se não proporciona todo o prazer - então não tem razão de ser. Pode eliminar-se, como se elimina um automóvel velho ou sem conserto, um par de sapatos rotos, uma camisola demasiadas vezes remendada.
E nem sequer é nas pessoas muito doentes, ou nos idosos que estão perto da morte, que essa mentalidade é frequente. Não. É nos outros, nos que estão convencidos de que ainda vão ficar aqui muito tempo e se acham no direito de construir uma sociedade com regras que lhes parecem mais perfeitas do que as da natureza, livres de quaisquer critérios e valores que não sejam os económicos e os do bem estar.
A grande questão da eutanásia não consiste em se cada pessoa pode, ou não, ter a liberdade de escolher o seu destino. E também não reside em se uma pessoa pode pedir a outra que a mate.
É ainda pior do que isso: a questão está em que o triunfo desta visão utilitária da vida levaria – como, de resto, já está a suceder na Holanda - à eliminação de pessoas que, não querendo elas mesmas acabar com a vida, são consideradas inúteis por uma sociedade que se tornou materialista (a decisão é transferida para os médicos e para os familiares, e para os parlamentos, que muitas vezes estão ansiosos por se verem livres de um fardo).
Assim é que desaparece realmente a liberdade de escolher o próprio destino, e as pessoas se tornam em objectos à mercê dos interesses económicos e dos falsos critérios de utilidade social.
É muito fácil aproveitar-se da extrema debilidade - física e emocional - de um doente terminal. Até para o convencer das presumíveis vantagens de uma "morte doce". Muito mais fácil do que proporcionar-lhe todo o apoio e carinho de que necessita para levar a vida até ao fim - sem desistir - e morrer com verdadeira dignidade.
A dor é também uma falsa questão. A medicina sabe tirar a dor, e o resto... aguenta-se. O pior é a solidão e o abandono. Isso é que é difícil de suportar. E tem uma solução bem simples... Bastaria que todos os que estão à volta do doente olhassem para aquela vida - para a vida - sem egoísmo.

Tuesday, August 02, 2005

 
Há muitos caminhos
Quando, há anos atrás, éramos bombardeados com a ideia de que havia no mundo uma população demasiado grande para a quantidade de alimento que era possível produzir, parecia existir uma certa lógica em que a solução evidente consistiria em reduzir a população mundial. Diziam-nos não que era preciso encontrar as formas de produzir mais, ou de distribuir melhor o que se produzia, mas sim fazer com que aquilo que era produzido chegasse para todos, fazendo diminuindo o número desses "todos". Os sobreviventes poderiam, desta forma, usufruir de um excelente nível de vida.
Assim se acabaria com a pobreza. Eliminando os pobres, elimina-se a pobreza. É evidente...
Depois, essa teoria não resistiu - embora ainda persista em muitos ambientes - a uma análise racional e objectiva dos factos. E aceitam-se agora melhor caminhos que, implicando maior esforço, são mais humanos.
Quando a evolução da ciência nos permitiu conhecer melhor e manipular os processos de transmissão da vida humana, aperfeiçoaram-se as técnicas de abortar, de forma a poderem ser eliminados aqueles bebés que muito possivelmente nasceriam com alguma imperfeição.
E, quando a vida já não tiver para nós aquela qualidade que julgarmos necessária, teremos brevemente (nunca, espero eu...) formas de terminar com ela de forma doce, praticando a eutanásia...
Sonhamos com o dia em que seja possível escolher todas as características do filho que nos vai nascer: cor dos olhos e do cabelo, potência muscular, capacidade cerebral. E um carácter perfeito, todo de acordo com o nosso gosto. E sentimentos irrepreensíveis.
Somos adeptos fervorosos da perfeição... E nem nos ralamos se, para chegarmos a ela, nos servimos de métodos... imperfeitos. Ou degradantes, ou vis, ou criminosos.
Não toleramos que a natureza, de acordo com os parâmetros que construímos na nossa mente, cometa erros ou permita anomalias.
De entre os adeptos da perfeição, Hitler foi um dos mais famosos...
E temos também um grande apreço pela justiça... Não é justo que existam pobres e ricos. Não compreendemos que possam viver, ao lado dos sãos, coxos e cegos e aleijados.
Menos ainda compreendemos que um cego possa ser feliz.
E não compreendemos que um deficiente possua a capacidade de ser feliz com a sua deficiência, porque não possuímos essa capacidade. Mas por que razão havíamos de a ter, se não precisamos dela?
Lançámo-nos com todas as forças à tarefa de eliminar da terra as injustiças e os erros da natureza.
Queremos acabar com as anomalias, com o insólito. E o insólito para nós é aquilo que não conseguimos compreender.
Mas eu já vi os cegos rirem.
Encontrei, entre os que sofrem, homens grandes. Os maiores de todos.
Vi aqueles que fizeram da sua dor os poemas que lemos na escola. E os outros, que no sofrimento do exílio compuseram as sinfonias grandiosas que ficaram para sempre.
Inclinei-me perante esses que souberam aceitar a sua pequenez diante do Deus Criador, ou da sábia natureza - conforme o olhar de cada um - e por esse caminho encontraram a maneira de alcançar a grandeza.
Conheci as mães que amaram filhos que não teriam escolhido, e que, ao amá-los, se engrandeceram e se tornaram a tal ponto ditosas que não se trocariam por ninguém. E que não trocariam o seu filho por nenhum outro.
Há muitos caminhos. Todos eles são belos e podem terminar bem.
Mas nós inventámos um modelo de vida perfeita (ou inventaram-no para nós, e martelaram-no aos nossos ouvidos até nos convencermos de que é invenção nossa?). Fora desse modelo, consideramos que tudo é anomalia e erro.
Se continuarmos assim - Saint-Exupéry disse algo semelhante em A Cidadela - havemos de querer suprimir as pérolas, porque não passam de uma anomalia resultante de um erro das ostras. Mandaremos enforcar as mulheres mais simultaneamente belas e virtuosas, por não serem vulgares. Apagaremos dos livros os nomes dos homens que escreveram belas sinfonias e geniais poemas, porque eles não foram iguais aos outros homens.
Permitam-me que diga que não concordo.
Eu tenho grande estima pelo “erro”, porque, além de permitir o génio, introduz a variedade. Para eu poder aprecia uma árvore alta, tenho de aceitar a existência das árvores baixas. Ou ao contrário, se por acaso eu quiser nesse dia apreciar as árvores baixas.
Além do mais, eu amo o deserto, que não é senão um erro da floresta. E amo o oásis, que não passa, por sua vez, de um erro do deserto
Estimo o erro também porque ele, ao autorizar a sombra, permite a luz.
O que são, numa árvore, os frutos bons? Se eu não conhecesse os frutos falhados, como é que havia de saber que os outros eram bons?
E como havia eu de saborear as alegrias do reencontro, se não houvesse a ausência?
Que sabor teria para mim a água fresca, se não tivesse tido sede?
Permitam-me que afirme que tudo é bom e belo. E que utilize a minha voz para dizer que se deve deixar ser aquilo que é.
Será preciso ter coragem, em alguns casos? Pois sejamos corajosos, que isso não é nada de especial num homem.

 

Adoro este quadro.

 

a minha 1ªvez


Começa aqui o meu blog e como tal a minha aventura pela blogosfera.
Espero divertir-me imenso por aqui, ou não

This page is powered by Blogger. Isn't yours?